Cuidados com o pet na queima de fogos

Posted on Posted in Cachorros, Dicas

Conheça 10 dicas úteis para evitar acidentes relacionados ao seu cachorro durante as festas, acima de tudo cuidados com o pet na queima de fogos.

10 cuidados com o pet na queima de fogos

Barulhos excessivos:

Deixe o animal em um local onde o barulho é mais baixo junto com algo que tenha o cheiro do tutor, como camisetas ou a própria cama.

Cuidados com o pet na queima de fogos.
Cuidados com o pet na queima de fogos.

Risco de fuga:

Alguns animais, quando ficam assustados, tentam fugir por locais que nem sempre são seguros. Por isso, é importante, além dos treinos de dessensibilização, mantê-los em locais que eles não possam fugir e que, ao mesmo tempo, sintam-se protegidos.

Risco de queda:

É importante proteger janelas e sacadas perigosas, evitando que, no desespero, o cão tente pular.

Árvores de Natal:

Os pets curiosos podem se machucar com os enfeites da árvore de Natal. Por isso, tente deixá-la em um local onde ele não tenha acesso. Além disso, opte por enfeites que não sejam tão perigosos, como os de plástico, papel ou feltro. Tente também ensiná-lo a respeitar os limites.

Atenção aos ansiosos:

Alguns animais ansiosos podem acabar roendo objetos, como a árvore de natal, seus enfeites e até mesmo os pisca-piscas. Por isso, invista em um bom enriquecimento ambiental e até mesmo em sprays repelentes para móveis.

Casa cheia:

É preciso ficar atento à chegada dos convidados, pois com toda a animação de recebê-los é possível esquecer o cachorro para fora de casa. É importante que todos os animais tenham alguma forma de identificação. Caso o seu pet fique muito assustado com tanta gente, é legal deixá-lo em um cômodo da casa onde ele se sinta seguro ou em um hotel de sua confiança.

Alimentos tóxicos:

Alguns alimentos são tóxicos e podem até levar o pet à morte! Por essa razão, é importante alertar os seus convidados para que não deem comida e guloseimas a ele. Evite: chocolate, uva passa, macadâmia e ossos.

Bebidas alcóolicas:

Procure não deixar bebidas alcóolicas ao alcance dos pets, pois pequenas quantidades ingeridas podem levá-los ao coma alcoólico. Nesses casos, procure um médico veterinário imediatamente.

Plaquinhas de identificação:

Como falamos anteriormente, é muito importante que o seu pet tenha alguma identificação com o nome dele e do tutor, endereço e telefone para contato. Caso ele fuja, é mais fácil identificá-lo.

Acidentes com pessoas:

Algumas reações e movimentos podem fazer com que o pet se assuste e aja em defesa da família, com agressividade, mesmo que esse não seja o seu comportamento natural. A melhor maneira de evitar tais situações é dessensibilizando o cão a esses barulhos e movimentos.

Nem sempre os treinos são fáceis, por isso, a ajuda de um adestrador profissional pode ser a solução.

Os cuidados com o pet na queima de fogos são essenciais para o bem estar do seu amigo, faça sua parte!

Conclusão:

Lembramos que toda a informação contida no site BichoZen têm fins meramente informativos e não deve ser considerada assessoria, diagnóstico ou tratamento médico.

Nunca deixe de consultar o médico veterinário por algo que você tenha lido neste site.

Curta nossa página no Facebook: BichoZenOficial

Fonte: Cães e Cia

3 thoughts on “Cuidados com o pet na queima de fogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *